Guest post: Quando o mundo ficou pequeno demais para mim

31 de maio de 2012

Há algum tempo atrás, Carol me perguntou se eu poderia fazer um post aqui sobre a AIESEC e a minha experiência lá. Embora eu tenha concordado, devo avisar que acho bem difícil descrever essa experiência, mas vou tentar passar um pouco do que é essa organização pra vocês!

Conferência nacional da AIESEC (CONADE) de 2011
A AIESEC é uma organização internacional sem fins lucrativos gerida exclusivamente por jovens universitários. Ela tem o objetivo de gerar impacto positivo na sociedade e funciona como plataforma de desenvolvimento para os jovens que dela fazem parte, através de 3 meios: desenvolvimento de liderança (através de cargos de liderança), ambiente global de aprendizado (através da convivência com intercambistas de todo o mundo) e intercâmbio profissional. Nesse post eu vou focar mais na questão do intercâmbio.

Aqui nesse vídeo você encontra uma explicação geral sobre a organização. O vídeo é ótimo, não vai nem cansar!


Bem, eu entrei na AIESEC Recife em 2009, quando estava no primeiro ano de faculdade. Nessa época, eu era bem “conservadora” em relação a carreira profissional e tal. Claro que, depois de entrar na faculdade, eu já abri a mente e isso me levou a ter interesse pela AIESEC, foi lá que eu descobri o que é “vivenciar as diferenças” de verdade. Trabalhei em um time de realização de intercâmbio e conversei com intercambistas de diversos lugares do mundo. Além disso, eu trabalhei com um pessoal bastante diferente de mim, de personalidade, opinião, comportamento, enfim. O que mais me impressionou à época foi que essas pessoas (brasileiras, mexicanas ou lituanas) podiam ser bem diferentes, mas quando se falava de algum assunto de interesse comum a gente se entendia muito bem, como se só existissem os pontos convergentes. Mas na verdade eram as diferenças que, ao invés de criar barreiras, geravam uma relação ainda mais rica.

Isso que eu citei até agora - não se engane - é apenas parte da experiência que você pode ter dentro da organização. Eu nunca fiz intercâmbio pela AIESEC (mais ainda vou fazer!), e Carol tinha me pedido para falar justo sobre isso... epic fail, não? Haha. Mas eu conheço muita gente que fez intercâmbio pela organização e mesmo que eu não tenha feito posso afirmar com certeza que a AIESEC te mostra o quão grande e diverso o mundo é. Eu conheço gente que já fez intercâmbio para o México, Lituânia, Rússia, Índia, Egito, Colômbia, Turquia, Hungria, Polônia, Chile, Eslováquia, Venezuela, Romênia, Moçambique, Estados Unidos, Argentina, Indonésia, Tailândia, Grécia... Enfim, também conheço gente de um monte de lugar que veio para o Brasil. Minha irmã (que viajou pela AIESEC) estava no Egito na época da Primavera Árabe e viu e ouviu da varanda de casa aquilo que outros jovens vão aprender nos livros de História daqui a alguns anos e que nós acompanhamos no máximo pelo Facebook e noticiários. Existem várias outras histórias que não conseguirei contar aqui, mas que mostram um pouco do choque cultural e do aprendizado que você ganha.

 Minha irmã tirando uma foto em frente a um tanque e com a bandeira do Egito. Ela e mais alguns intercambistas se juntaram aos egípcios que comemoravam a queda de Mubarack e limpavam a cidade, na praça Tahrir!

Outra coisa legal do intercâmbio da AIESEC é o trabalho realizado em si, já que se trata de uma experiência profissional. Existem intercâmbios nas áreas de educação, desenvolvimento, tecnologia e na área corporativa. Cada tipo de intercâmbio atende à objetivos diferentes e pede currículos diferentes também.

Se eu posso resumir a AIESEC de alguma forma, o faço contando uma breve história: eu estava no aeroporto com algumas pessoas para receber uma amiga que retornava de um intercâmbio e a família dela estava lá também. Quando ela chegou, começamos a conversar sobre como tinha sido tudo. Ela havia feito dois intercâmbios: Lituânia e Rússia e, de quebra, ainda tinha conhecido alguns países pela Europa e se encontrado com uma intercambista que havia conhecido no Brasil. Quando ela terminou de contar a história, a mãe dela falou: “É...o mundo ficou pequeno demais pra vocês”. Eu nunca me esqueci disso. E é assim que eu me sinto com a minha experiência na AIESEC: eu aprendi tanto, conheci tantas coisas, tantas pessoas diferentes, ouvi tantas histórias inspiradoras que o mundo (das minhas ideias, antes conservadoras, e o mundo real mesmo) ficou pequeno demais para mim. Por fim, um vídeo para vocês verem, se quiserem (me dá muuita vontade de fazer intercâmbio quando o vejo!):



Para quem ficou interessado em fazer intercâmbio pela AIESEC, duas dicas:
1) Entra lá no site, aiesec.org.br/faca-intercambio, onde você encontra todas as informações necessárias.
2) Você não precisa necessariamente trabalhar em um escritório local para fazer intercâmbio, basta se inscrever em um processo seletivo e seguir as instruções de lá, caso seja aprovado(a) (mas você também pode trabalhar no escritório, se quiser).

Espero que gostem do post, foi um prazer escrever aqui. ;)

Virgínia Rocha

8 livros que vão virar filme em 2012

30 de maio de 2012

Além de O Grande Gatsby e Jogos Vorazes, muitos outros filmes que vão estrear (ou já estrearam) esse ano foram baseados em livros, o que me deixa muito empolgada! Decidi listar 8 desses filmes que eu mais estou com vontade de ver, em ordem aleatória:


Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros (Goodreads | IMDb | Trailer)
Livro: Publicado em 2010 por Seth Grahame-Smith (mesmo escritor de Orgulho e Preconceito e Zumbis). Conta a biografia do 16º presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln, que caça vampiros para vingar a morte da mãe, anotando tudo em diários secretos.
Filme: De ação e terror, dirigido por Timur Bekmambetov e produzido por Tim Burton. Promete misturar cenas da Guerra Civil Americana entre as caçadas por vampiros.
Comentários: Eu sei, não vire os olhos (ainda) só por causa do título! As avaliações do livro foram em geral positivas e ainda ficou na lista de mais vendidos do New York Times por um bom tempo.
Estréia: 31 de agosto (Brasil)

On the Road - Na Estrada (Goodreads | IMDb | Trailer)
Livro: Obra-prima de Jack Kerouac, foi publicado em 1957 e tem inspiração autobiográfica, descrevendo as viagens que Sal Paradise (Jack Kerouac) e Dean Moriarty (Neal Cassady) fizeram atravessando os Estados Unidos e o México.
Filme: Dirigido pelo brasileiro Walter Salles, tem um elenco bem conhecido: Kirsten Dunst (Melancolia), Kristen Stewart (Crepúsculo), Viggo Mortensen (O Senhor dos Anéis) e Amy Adams (Encantada). Indicado a Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2012.
Comentários: Na minha lista "Para ler antes dos 30", pretendo ler ainda esse ano antes de ver o filme.
Estréia: 13 de julho (Brasil)

Cosmópolis (Goodreads | IMDb | Trailer)
Livro: Escrito por Don DeLillo, o livro foi publicado em 2003 e mostra um dia na vida de Eric Packer, um empresário milionário de 28 anos, enquanto percorre as ruas de Nova York em sua limusine em direção à Bolsa de Valores.
Filme: Dirigido pelo canadense David Cronenberg, com Robert Pattinson (o eterno Edward Cullen Cedric Diggory) e Juliette Binoche no elenco. Indicado a Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2012.
Comentários: Não tinha ouvido falar antes, mas parece ser interessante, especialmente pela parte sobre mercado financeiro e crise mundial.
Estréia: 13 de julho (Brasil)

A Vida de Pi (Goodreads | IMDb)
Livro: Publicado em 2001 pelo espanhol Yann Martel, o livro conta a história de um menino indiano chamado Piscine Patel e uma viagem de navio que ele faz para o Canadá com a família.
Filme: Dirigido pelo taiwanês Ang Lee (O Tigre e o Dragão, O Segredo de Brokeback Mountain e Razão e Sensibilidade), com Tobey Maguire (Homem Aranha) e Gérard Depardieu no elenco.
Comentários: Todas as resenhas que li sobre o livro falavam para ler sem saber muito da história, que assim ficava mais emociante. Não preciso falar que li mais do que gostaria, mas que mesmo assim estou ansiosa para ler o livro!
Estréia: 13 de janeiro 2013 (Eu sei, não é mais nesse ano...)

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (Goodreads | IMDb | Trailer)
Livro: Publicado em 1937, o clássico de J.R.R.Tolkien introduz a história do hobbit Bilbo Bolseiro, Gandalf, o mago, Gollum e o mundo incrível da Terra Média.
Filme: Dirigido por Peter Jackson (o mesmo de O Senhor dos Anéis), conta com um elenco vasto e talentoso: Martin Freeman, Elijah Wood, Cate Blanchett, Orlindo Bom Orlando Bloom, Ian McKellen, Evangeline Lilly, Stephen Fry, Benedict Cumberbatch, entre outros!
Comentários: Estou muuuito ansiosa para ver esse filme: o elenco todo reunido depois de Senhor de Anéis é um dos motivos, outro motivo é o fato do Martin Freeman (o melhor Dr. Watson de todos os tempos) interpretar o Bilbo, e por ser baseado no livro do Tolkien, e por ser dirigido pelo Peter Jackson, enfim!
Estréia: 21 de dezembro (Brasil)

Anna Karenina (Goodreads | IMDb)
Livro: Publicado em 1869, é uma das obras-primas de Tolstói. Conta a história de Anna Karenina, uma mulher casada parte da aristocracia russa do séc. XIX que se envolve em uma relação amorosa e que muda a sua vida completamente.
Filme: Dirigido por Joe Wright (Orgulho e Preconceito), com a linda da Keira Knightley no papel principal, e Jude Law no papel de seu marido, Alexei Karenin.
Comentários: Passei da metade desse livro (que tem quase 900 páginas!) e posso dizer que a história é fascinante, com vários personagens paralelos e intrigas complexas, como todo romance russo dessa época. Muito ansiosa para ver essa adaptação.
Estréia: 9 de novembro (EUA - sem data para o Brasil)

Bel Ami (Goodreads | IMDb | Trailer)
Livro: Escrito por Guy de Maupassant e publicado pela primeira vez em 1885, o livro descreve como Georges Duroy se tornou um dos homens mais poderosos de Paris, em parte através da manipulação de suas amantes ricas e influentes.
Filme: Dirigido por Declan Donnellan e Nick Ormerod. Robert Pattison, Natalia Tonks Tena, Christina Ricci e Uma Thurman compõem o elenco.
Comentários: Como peguei esse livro para treinar o meu francês é bem provável que não termine de ler nem tão cedo, então vou demorar para ver o filme. Mas parece ser interessante, apesar das críticas negativas que vem recebendo.
Estréia: 22 de junho (Brasil)

As Vantagens de Ser Invisível (Goodreads | IMDb)
Livro: Publicado em 1999 pela MTV (!) e escrito por Stephen Chbosky, diretor do filme, a história é narrada por um adolescente, Charlie, que descreve várias cenas de sua vida em uma série de cartas para uma pessoa anônima, que não conhece pessoalmente.
Filme: Dirigido por Stephen Chbosky (da série Jericho), tem Emma Watson , Nina Dobrev (Diários do Vampiro), Paul Rudd e Logan Lerman (Percy Jackson) no elenco.
Comentários: Ansiosa para ver a Emma se destacar em um filme depois de Harry Potter, mas mais ainda por ser uma história interessante sobre momentos estranhos da adolescência vividos por um garoto tímido e introvertido.
Estréia: 19 de outubro (Brasil)

Eu (quase) nunca veja um filme sem antes ler o livro em que foi baseado. Faço o possível para evitar, mesmo que isso signifique demorar um tempão para ver um filme incrível. Se você é que nem eu, talvez goste do Read1st, um projeto criado por Hank Green e a Nerdfighteria.

The Lizzie Bennet Diaries

20 de maio de 2012


The Lizzie Bennet Diaries é uma série de vlogs no Youtube onde Lizzie Bennet, uma estudante de Comunicação de 24 anos, fala sobre os eventos e problemas que acontecem na sua vida, inspirado no livro Orgulho e Preconceito, de Jane Austen.

O mais novo projeto de Hank Green, dos vlogbrothers, é uma adaptação moderna do clássico do séc. XIX. Contada de forma divertida, a série de vlogs mostra uma Lizzie que não aguenta mais as pressões da mãe para que ela (e suas irmãs) se case logo com algum homem rico, como também o relacionamento da sua irmã mais velha, Jane, com um estudante de medicina rico da vizinhança, Bing Lee. Além dele, tem o misterioso (e um pouco hipster) Darcy, herdeiro de uma corporação e amigo de Bing.

Até agora só saíram 12 episódios, 9 deles já com legendas em português, mais ou menos na altura do capítulo 5 do livro, com duração em média de 3 minutos. Eles pretendem produzir o livro inteiro, mas queria mesmo que eles produzissem todos os outros livros da Jane Austen também! Eu me apaixonei por essa pegada mais moderna do livro, estilo a adaptação da BBC de Sherlock Holmes. Enfim, não deixe de assistir e de se inscrever no canal para acompanhar os novos episódios:


Acompanhe a série: Facebook | Twitter | Youtube | Tumblr | Site oficial | IMDB
A Jane Bennet tem até um Lookbook: looksbyjane!

Elenco:
Lizzie Bennet - Ashley Clements - http://twitter.com/theashleyclem
Jane Bennet - Laura Spencer - http://twitter.com/itsLauraSpencer
Charlotte Lu - Julia Cho - http://twitter.com/ThatJuliaCho
Lydia Bennet - Mary Kate Wiles - http://twitter.com/MkWiles

Produtores:
Hank Green - http://youtube.com/HanksChannel
Bernie Su - http://twitter.com/BernieSu

Grand Corps Malade e o Slam Poesia

19 de maio de 2012

O Para ouvir dessa semana vai ser um pouco diferente, com o meu mais novo vício: o Slam Poeta francês Fabien Marsaud, mais conhecido como Grand Corps Malade.

O Slam Poesia é uma forma de competição criada nos anos 1980, nos Estados Unidos, que procura atrair e incentivar pessoas em relação a poesia contemporânea. Os eventos promovem recitais onde poetas podem apresentar poemas originais, em performances de geralmente três minutos de duração, sendo escolhida a melhor apresentação por um júri popular.

Grand Corps Malade, 34 anos, é um dos slameurs mais famosos e influentes no mundo. Ele começou sua carreira em um bar em 2003 e teve o seu primeiro álbum, Midi 20, lançado em 2006, recebendo vários prêmios e ficando no top 10 de álbuns mais vendidos na França naquele ano. Além desse álbum, ele já lançou outros dois: Enfant de la ville (2008) e 3ème temps (2010). Nesse último, destaco a música Roméo kiffe Juliette, uma adaptação da obra de Shakespeare e que conta a história de dois adolescentes apaixonados, mas de religiões diferentes (Roméo é muçulmano e Juliette, judia) e que são impedidos de se encontrar pelos pais.







Saiba mais
  • Em 1997, quando trabalhava como supervisor de um acampamento esportivo, Marsaud saltou em uma piscina que estava rasa demais e acabou deslocando a coluna vertebral, sendo informado que passaria o resto da vida paralisado. Em 1999, no entanto, ele conseguiu recuperar o movimento das pernas após um ano de tratamento intensivo. Por isso (e por ter 1,94m de altura) que ele é chamado de Grand Corps Malade.
  • O termo "slam" vem do inglês "slam the door" (fechar a porta com força), e significaria impactar os espectadores com as palavras.
  • O aclamado documentário SlamNation (1998) é uma boa introdução ao mundo do Slam Poesia. O filme acompanha os slameurs durante o National Poetry Slam de 1996, uma competição anual que ocorreu em Portland, Oregon, nos Estados Unidos.

Achei esse movimento incrível, tanto como busca de valorização da poesia livre, como forma de mostrar o poder que as palavras possuem na hora de se expressar! Também é interessante como o GCM denuncia as diferenças sociais, questões religiosas, problemas na educação na França de uma maneira bem diferente. Você pode ouvir mais músicas dele aqui e acompanhar as letras das músicas aqui.

Créditos: Wikipédia, SlamPoesia, Grand Corps Malade

O essencial do guarda-roupa de uma estudante universitária - Parte I

17 de maio de 2012

Essa camisa xadrez foi minha mãe que costurou!
Desde que eu entrei na universidade venho tentando criar um guarda roupa com peças que sejam mais atemporais do que apenas seguir tendências. Procuro roupas que possam durar mais do que alguns anos, olhando a qualidade do material e pensando bem antes de comprar, para não me arrepender depois e deixar largado, sem nunca usar. Daí que já tem um tempo que eu mantenho essa listinha de roupas para me guiar na hora de comprar e pensei em compartilhar aqui:

1. Regatas básicas
Regatas podem ser usadas sozinhas ou por baixo de alguma jaqueta ou cardigã. Cores básicas como branco, cinza e azul marinho são muito fáceis de combinar, com uma calça jeans ou shorts, por exemplo. Quanto maior a porcentagem de fibras de algodão na composição do tecido, melhor. Leve em consideração que alguns modelos podem mostrar a alça do sutiã, então melhor mostrar a alça de vez do que usar aquelas alças de silicone. Dependendo da ocasião, você pode até usar alças coloridas!

2. Cardigãs
Mesmo se você morar em um lugar quente como Recife, cardigãs são ótimos para levar na bolsa e usar quando você estiver num ambiente com ar condicionado ou naqueles raros dias mais frios. Os de 100% caxemira na composição do tecido, apesar de mais caros e de precisarem de um cuidado maior na hora da lavagem, duram por muito mais tempo.


3. Blusas de manga comprida

Novamente, se você mora em um lugar quente, essas blusas de manga comprida ou manga 3/4 não são tão essenciais assim, mas acho que ter pelo menos uma em um material confortável e frio, como algodão, é interessante.
Uma coisa que eu aprendi é que se você tem busto pequeno, golas em forma de "U" tem um caimento melhor do que golas em formato "V"! O inverso também funciona.

4. Blazer estruturado
Quando comecei o meu estágio a primeira peça de roupa que eu corri para comprar foi um blazer. Não tinha encontrado um azul marinho, que acho menos sério e mais fácil de combinar, e acabei levando um preto, mas foi o que salvou o meu guarda roupa. Basicamente, qualquer blusa/regata/camisa que você usar por baixo de um blazer fica mais "sofisticado" e, como fazia muito frio no lugar em que eu estagiava, era perfeito!

5. Blusas estampadas
Acho essencial ter pelo menos 2 blusas mais "elegantes", com estampas ou detalhes de rendas e laços. Dá para usar por baixo de jaquetas e cardigãs ou sozinhas com uma calça jeans/social, podendo ir para o trabalho/estágio e até para uma festa, usando um salto alto, por exemplo.

6. Camisas sociais
A camisa social é uma peça curinga no guarda roupa: ela pode ser encontrada em diferentes modelagens (as transparentes estão em alta já faz um tempo), como podem também dar um ar mais formal ou relaxado, dependendo da maneira que você usa. Você pode combinar com uma calça social ou uma calça jeans de lavagem mais escura para algo mais formal, ou usar com um shorts e uma sandália rasteira, por exemplo. Além da branca básica, você pode investir numa de listras azuis ou xadrez.

Como o post estava ficando muito grande, decidi dividir em partes. Vou falar ainda de calças, saias e vestidos e sobre acessórios, sapatos e bolsas.

Créditos: Todas as imagens foram retiradas do Polyvore e do site Emma Watson Brasil.

Sobre nada e tudo um pouco

16 de maio de 2012

O blog tem atualmente 44 postagens publicadas e 64 em rascunho. Pois é, eu sento para postar aqui todo santo dia, mas estou sempre insatisfeita com o que escrevo e por isso a falta de atualizações frequentes.

Como o layout do blog seria com topo corrido
Eu comecei o meu primeiro blog em 2002, no falecido e instável weblogger, na época em que gifs cheios de glitter e selinhos eram moda e a gente nem desconfiava que topos corridos iriam ser motivo de chacota num futuro não tão distante assim. Na época eu também não tinha uma câmera digital e eu tinha que tirar as fotos, mandar revelar, rezar para que elas estivessem focadas, passar horas escaneando e tentar inseri-las nas postagens redimensionadas. Não preciso nem dizer que eu não tinha muitas imagens minhas no blog, né?

Passou um tempo e eu abandonei o blog e comecei um fã site sobre Harry Potter. Você pode até rir, mas todo mundo teve aquela fase na adolescência que se vestia de roqueiro ou que usava saia plissada com meia 3/4 listrada colorida. Já eu tive a fase de criar fã sites para tudo o que eu gostava. Na verdade, eu media o meu nível de interesse em determinada série, livro ou pessoa famosa pela vontade que eu tinha de criar e manter um site dedicado só para isso.

Daí em 2007, quando já estava no ensino médio, criei o Desopilar no wordpress.com, uma mudança drástica em termos de usabilidade em relação ao weblogger. Só postava quando tinha vontade, mas era um prazer enorme vomitar minhas ideias malucas em um espaço que poucas (mas fieis) pessoas iriam ler, sem nenhuma pretensão nem nada. Mas como tudo que eu tento manter na vida, acabou sendo abandonado.

Finalmente, em 2011 comecei um blog no blogspot.com, sendo que o blogger até um ano desses só era aberto para os assinantes da Globo.com. Comecei a postar em privado, só para mim, porque eu achava bem mais fácil do que manter uma agenda/diário e ter que encarar todas aquelas folhas em branco dos dias em que eu tive preguiça demais para escrever.

Até que esse ano, por insistência da minha irmã, decidi registrar um domínio. Do mesmo modo que a gente não deixa de ir para a academia, por maior que seja a preguiça, porque a gente já pagou a mensalidade, é o que eu acabei fazendo com o blog. Já que eu tinha registrado, que ao menos escrevesse de vez em quando. Mas aí o efeito foi inverso, e agora eu acabo escrevendo muitas coisas e nunca acho que são boas o suficiente para publicar!

Então, o que eu queria mesmo dizer com esse post? Nem eu mesma sei dizer, mas decidi publicá-lo mesmo assim e diminuir ao menos um pouquinho a diferença entre a quantidade de posts publicados e em rascunho.

Vocês, 23 leitores que me lêem (e que quase não comentam, unf), tenham paciência!

Links interessantes da semana 11/05/12

11 de maio de 2012

Paixonites do mês de abril

4 de maio de 2012

Não consigo acreditar que abril já acabou... COMO ASSIM ABRIL JÁ ACABOU?!? Passou tão rápido que eu esqueci completamente de postar sobre as coisas que eu adicionei na minha listinha (sempre expandível) de desejos.



1. Base Lacôme Teint Miracle (US$39.00 / R$ 184,00 por 30ml)
Base líquida com FPS 15, de textura leve e que promete 18 horas de "hidratação e frescor". É a base que a Kate Middleton usou no casamento dela ano passado e a que quero usar na minha formatura (não porque ela usou, né, mas pelas maravilhas que eu vi que ela faz!).

2. Sleek Makeup Face Contour Kit (US$10.00 por 14g)
Iluminador e contorno em pó, ótimo porque o contorno é sem brilho algum e o iluminador não tem particulas de brilho grande. Eu sei também que a marca é muito boa e o preço melhor ainda!

3. L.A. Girls Pro Concealer (US$2.50 por 7ml)
Eu sei que já tenho corretivos demais, mas ouvi falar tão bem desse: um corretivo cremoso, de longa duração, com extrato de camomila e vitaminas C e E. Só não é fácil de acertar a cor de primeira pela internet.

4. Beauty Blender Double Duo Kit (US$39.95)
Sempre quis testar essa esponja, mas já tinha me esquecido um pouco dela até que a Nikkie do NikkieTutorials usou num tutorial e deixou a base com um acabamento perfeito! Depois falo mais do canal dela, são maquiagens conceituais muito originais, e ela só tem 17 anos de idade!

5. Uglies (Scott Westerfeld)
Estou com vontade de ler essa série há muito tempo: "Tally é uma garota que está prestes a completar 16 anos, quando ela poderá finalmente fazer uma operaçao para ficar bonita. Sua nova amiga Shay, no entanto, não quer fazer o mesmo e acaba fugindo. As autoridades oferecem a Tally duas opções: ou encontrar e entregar a amiga ou nunca ficar bonita. A escolha que ela faz acaba mudando a vida dela para sempre". (Retirado do Goodreads, tradução livre).

6. NYX The Crimson Amulet Collection (US$25.00)
A NYX lançou recentemente essa paleta com 24 sombras, 4 blushes, 1 pó contorno, 1 pó iluminador, 1 base para sombras, 1 delineador líquido e 4 brilhos labiais. Inspirada no filme Dark Shadows, do Tim Burton, a paleta ainda vem com três maquiagens para se inspirar. Acho um ótimo produto para dar de presente de aniversário!

Links interessantes da semana #18

3 canais literários para conferir

3 de maio de 2012

Eu adoro saber a opinião de outras pessoas sobre os livros que já li ou que tenho vontade de ler, por isso sou inscrita em vários canais literários (book tubers). Resolvi listar os meus três canais favoritos aqui, mostrando o meu vídeo preferido de cada, que é sempre o "mesmo": o Bookshelf Tour. Fico babando quando vejo vídeos assim, anotando todas as indicações para ler depois!

1. Tatiana Feltrin
Tatiana Feltrin é professora de inglês, tradutora e a única brasileira que eu listei aqui (desculpas!). Ela não só fala sobre livros, como também sobre séries, filmes, música, maquiagem e produtos de beleza (e já me influenciou seriamente na hora de comprar produtos no eBay...). Acho ela uma fofa, muito engraçada, e ela sempre responde os meus comentários, o que eu acho bem legal. Ela sabe fazer críticas muito boas aos livros que lê e isso até me ajuda na hora de analisar melhor as leituras que faço. Ela também tem um blog.



2. The Readables
Priscilla do thereadables é canadense, formada em Design Gráfico e tem um gosto para livros bastante parecido com o meu. Ela lista livros como Quem é você, Alasca? (John Green), Guerra dos Tronos (George R.R. Martin), Ana e o Beijo Francês (Stephanie Perkins), Jogos Vorazes (Suzanne Collins) e a série de Harry Potter, entre outros, como os seus livros favoritos (e que também estão na minha lista!). Por ser designer gráfico, os vídeos dela tem uma fotografia e tipografia incríveis! Ela sempre avisa sobre spoilers antes das resenhas, que são bem detalhadas, mas não são tão longas, geralmente não passando mais do que 10 min. Ela também tem tumblr, twitter e goodreads.



3. Books and Quills
Sanne é uma holandesa de 23 anos e estudante de mestrado em Literatura Inglesa que eu conheci através do canal do Hank Green. Ela fala um inglês impecável *invejinha*, além de ser uma fellow nerdfighter e ainda ter um canal de maquiagem e beleza com uma amiga, o DerpinaMODE. Ela faz resenhas curtas dos livros que está lendo, mas também faz vlogs bem legais mostrando lugares que ela foi, seja na própria Holanda ou pela Europa. Sanne também também foi uma dos 10 vencedores do Youtube NextUp Holanda (uma premiação que escolhe os 10 melhores canais do país, recebendo 20 mil dólares como prêmio!). Você pode encontrá-la também no Twitter, Tumblr e GoodReads.



Eu passo horas no youtube vendo esses canais (e muuuitos outros), e dou a desculpa de que estou aprendendo e discutindo algo construtivo com isso... Mas e vocês, conhecem algum canal assim que gostariam de compartilhar?
© Desopilar. Design by FCD.