Desafio Literário - Outubro 2012

30 de outubro de 2012

Como eu me senti quando eu descobri que o mês de outubro já estava no fim:


Sério, gente, como é que o tempo passou tão rápido?! Só consegui terminar de ler dois livros esse mês, "Até Mais, e Obrigado pelos Peixes", de Douglas Adams e "The Casual Vacancy", da J. K. Rowling. E a culpa nem foi da procrastinação, que sempre está presente na minha vida. Eu estive lendo muitos textos relacionados à minha monografia, que já comecei a escrever (ou já deveria ter começado, *cof cof*).

Até Mais, e Obrigado pelos Peixes (So Long, and Thanks for All the Fish) - Douglas Adams
Diferente dos volumes anteriores da série de "O Guia do Mochileiro das Galáxias", esse quarto volume se passa na maior parte no planeta Terra. Sim, a mesma Terra que tinha sido aparentemente destruída! Li muitas resenhas falando que esse seria o volume mais fraco de toda a trilogia "de cinco", mas tenho que discordar. Apesar de não ter um ritmo frenético como os anteriores, gostei muito de ler mais sobre Arthur Dent (e o romance que ele vive - essa é a palavra certa?) do que sobre os outros personagens (Zaphod e Trillian não fizeram falta, mas Ford Prefect poderia ter aparecido um pouco mais).

O livro continua bem aleatório, mas nem tanto comparando com os outros. Achei que o ritmo de leitura foi mais rápido (e não foi só por ter menos páginas) e só não gostei de algumas perguntas não terem sido respondidas (para onde diabos foram os golfinhos?!) e como um personagem favorito tem um fim trágico. Adorei as partes com o Deus da Chuva, mas com certeza, a minha parte favorita foi o capítulo 20, onde Arthur conta um diálogo que ele teve com um cara desconhecido numa estação de trem. Acho que valeu a pena ter lido o livro só por essa cena, achei genial! Se você gosta de ler livros de ficção-científica, recomendo muito começar a ler O Guia.

The Casual Vacancy (Morte Súbita) - J. K. Rowling
Então, vou ser sincera e dizer que comprei esse livro apenas por ter sido escrito pela J. K. Rowling. Se tivesse lido apenas a sinopse, talvez não tivesse comprado. Se tivesse lido apenas as resenhas tanto da crítica especializada, quanto da grande massa de leitores, também não. Mas ainda bem que comprei, foi totalmente diferente daquilo que esperava (se bem que eu não esperava quase nada), de uma maneira positiva.

O livro começa com a morte inesperada de um homem chamado Barry Fairbrother. Ele ocupava um assento na junta paroquial da pequena cidade de Pagford, no interior da Inglaterra, e a sua morte vai repercutir sobre os habitantes da cidade, amigos próximos, inimigos políticos e afetar o funcionamento da política local. Nada aparentemente emocionante, não?

Apesar de alguns momentos um pouco chatos, por exemplo, sobre política local, achei o livro muito interessante. Os personagens são intrigantes, e talvez muitos não tenham um "desenvolvimento" (character development) até o final da história, mas não acho isso de todo ruim. Na verdade, é algo bem realista. O livro tem, no entanto, uma linguagem forte e muitas cenas violentas, então se você não se sente bem, deixo aqui um trigger warning.

O livro é Adult Fiction ou também Realistic Fiction, então se você espera algo como Fantasia ou Young Adult, passe longe. Achei injusto também a maioria das críticas negativas serem de fãs de Harry Potter que esperavam algo parecido com a série, mesmo com a J.K. explicando diversas vezes que esse livro era adulto, com temas adultos e nem um pouco relacionado à temática de HP.

Para mim, a história só entrou em um bom ritmo depois das 200 primeiras páginas, mais ou menos. Então, não desista até ter lido pelo menos metade do livro! Porém, se você chegar na metade e realmente não conseguir continuar, esse livro talvez não seja para você. O que é completamente normal, pois nem todos os livros vão ter um apelo universal, e esse definitivamente não é para todo mundo.

A tradução para português será lançada no dia 6 de dezembro, no Brasil, com o título "Morte Súbita", e já estão falando sobre uma adaptação para o cinema.

Como limpar e organizar a sua biblioteca pessoal

28 de outubro de 2012

Eu sou apaixonada por livros, mas mais ainda pelos livros que temos aqui em casa! Apesar de ser uma coleção pequena, gosto de manter tudo limpo e organizado. Então, pensei em falar um pouco sobre como faço a limpeza da estante e também como é o meu sistema de organização, além de dar algumas dicas de conservação de livros.


1) Retire todos os livros da estante
Aqui em casa temos apenas uma estante para os livros, então retirar todos eles não é algo tão trabalhoso assim. Se você tiver várias estantes, no entanto, é bom limpar uma de cada vez, ok? Tirando todos os livros da estante fica mais fácil de limpá-la e de limpar cada volume individualmente. Se você já tiver um sistema de organização, lembre-se de retirar os livros e amontoá-los em outro lugar nessa mesma ordem!

2) Limpe a estante e os livros
Já vi gente que passa uma flanela umedecida com querosene na estante para acabar com os cupins/traças/mofo, mas nunca fiz isso. Passo apenas uma flanela com um pouco de lustra-móvel e depois passo outra flanela limpa e seca, para retirar qualquer resquício do produto. Você pode usar um pincel ou uma escova para retirar a poeira que se acumula sobre a lombada e a capa do livro, já que ela pode causar acidez e a oxidação das páginas (a treva!).

3) Doe os livros que não são manuseados há muito tempo
Essa é uma questão muito difícil para mim: doar livros que não são usados há muito tempo e que só ocupam espaço. Para pessoas que moram em lugares pequenos como eu, chega um momento em que o precioso espaço vai diminuindo e a solução mais lógica é doar aqueles volumes que não são tão manuseados (e que provavelmente nunca mais serão). Mas eu sou extremamente apegada aos meus livros, e acho que se você realmente tiver espaço, você deveria poder colecionar quantos livros quisesse. Agora, se você chegou num nível de acumulador excessivo ou o espaço acabou de vez, é interessante pegar aqueles volumes que não farão tanta falta assim e doá-los. Para quem mora em Recife, o Releitura aceita doações de livros (apenas literários).

4) Organize os livros por categorias
Para mim, essa é a parte mais complicada e demorada de todo o processo. Você precisa escolher primeiro um sistema de organização que funcione para você. Por exemplo, muita gente critica a organização dos livros pela cor da lombada, apesar de ficar muito bonito. Porém, várias pessoas têm uma memória visual muito boa e conseguem encontrar os livros assim facilmente. Ou seja, escolha a maneira que for mais fácil para você, sendo por temas e assuntos, por gênero literário, por ordem alfabética, por nome do autor, por língua... Você pode misturar um pouco de cada também, como eu faço: a seção "Gastronomia" é dividida em "Livros de Receitas", "Livros Sobre Vinhos", "Livros Sobre a História da Gastronomia" e "Livros Sobre Técnicas de Culinária". Cada subseção, por sua vez, é organizada por ordem alfabética do sobrenome do autor. Já os livros de bolso ficam todos juntos, divididos em livros em português, em inglês e em francês.

Aqui estão boa parte dos nossos livros, a divisão em categorias não está perfeita, mas está bem fácil de localizar um volume específico. Os livros que estão na horizontal são adições recentes ou que não couberam na vertical (como The Casual Vacancy, da J. K. Rowling). Na prateleira de cima, tem mais livros atrás dos de bolso, são os mais antigos e menos manuseados (mas que ainda tem um grande valor sentimental!). Os mangás, livros de Harry Potter, de ficção adulta, de religião, de autoajuda e os paradidáticos estão em outra prateleira.

Algumas dicas:
  • Tente evitar que os livros fiquem inclinados, deixando-os sempre em pé (em um ângulo de 90º). Se estiver sobrando espaço e eles ficarem inclinando, você pode comprar aqueles apoiadores de livros - a Imaginarium faz uns bem divertidos.
  • Livros com lombadas muito largas podem ser acomodados na horizontal. O problema que eu vejo em organizá-los assim é na hora de tirar da estante, então se você usa esses livros com muita frequência (livros de referência para a faculdade, por exemplo), não recomendo.
  • Cuidado com as traças que inevitavelmente surgem. O ideal é abrir cada livro e limpar individualmente, mas muitas vezes, isso é impossível (por sua coleção ser muito grande ou por falta de tempo mesmo), então é bom fazer uma dedetização com uma empresa especializada nisso.
  • Além da poeira, cuidado com a exposição dos livros à luz solar. Os livros podem ficar desbotados e ninguém quer ver um livro favorito mudando de cor, né? Então se não for possível mantê-los longe da luz, use cortinas grossas nas janelas, tipo Black Out.
  • Outra grande problema, e esse eu tenho que lidar constantemente, é o mofo. Aqui em Recife a umidade relativa do ar é muito alta (já vi chegar a 85%!), então cada prateleira da estante tem um anti-mofo, e que é trocado quase todo mês. Você também pode usar sachês anti-mofo e anti-umidade, que dependendo do local, duram uns dois meses, ou usar giz branco! A Iara Passerotti explica lá no Handmade With Love como aproveitar essas embalagens de anti-mofo e usar com giz.
Anti-mofo tradicional, anti-mofo elétrico, sachê anti-mofo e giz branco.

Essas são algumas dicar que aprendi ao longo dos anos, mas a Área do Bibliófilo, da Livraria Disco Livros, dá muitas outras recomendações preciosas sobre como conservar e limpar os seus livros. Para quem não conhece o meu lado Mônica Geller, organizar os livros acaba sendo mais um prazer do que uma tarefa! Só lembrei desse gif do Jon Richardson, comediante britânico, lá no programa 8 out of 10 Cats semana passada e como ele tem prazer em limpar coisas.

Compras no eBay - Parte II

25 de outubro de 2012

Nos últimos meses, minha irmã e eu viciamos no eBay! Fizemos várias compras, de coisas pequenas e relativamente baratas, claro, e quase toda semana chega uma caixinha ou envelope aqui em casa. Já falei que o porteiro do prédio nem mais fala bom dia, só diz: "Chegou ainda não, dona Carol"... Essas foram algumas das compras mais recentes:

Capinhas para passaporte: Paris e Seul

 
Romane Merci La vie Passport ID & Ticket Cover Case Holders
Loja: dreamingidesign (Top-rated)
Preço: US$ 9
Frete: Grátis
Compramos essas duas capinhas para guardar passaporte, que ainda vem com uns bolsinhos internos (dá para ver melhor nessa imagem ao lado - clique para ampliar). São feitas de PVC e você pode escolher quatro tipos de ilustrações com os principais pontos turísticos das capitais Seul, Londres, Paris ou Nova Iorque. Esse pacote chegou em apenas 20 dias corridos (!) e ainda veio com essa caneta da Rilakkuma, muito fofa! Achei bem cuidadosa a embalagem e o cartãozinho da loja, pretendo comprar lá mais vezes. Essa loja é da Coréia do Sul e vende muitas coisas fofinhas de material de escritório, papelaria e decoração, tipo adesivos de parede.

Curling irons, removedor de pelos e coque rosquinha.

Lucky Sleeping Beauty Sponge Magic Curling Irons
Loja: verticalland
Preço: US$ 0.99
Frete: Grátis
O eBay é o lugar ideal para comprar essas coisinhas estranhas, mas que são bem baratinhas, e experimentar sem ter medo de gastar, não? Você enrola essa esponjinha no cabelo antes de dormir, e acorda no dia seguinte com ele todo encaracolado. Nessa imagem ao lado (clique para ampliar) tem uma explicação de como usar. Ainda não testei, então não sei dizer se faz efeito... Essa lojinha também vende acessórios para computador e celular, bijuterias, roupas, entre outras coisas.

Hair Bun Ring Donut Shaper Hair Styler Maker
Loja: startfrom2013 (Top-rated)
Preço: US$ 1.75
Frete: US$ 1.99
Essa rosquinha ajuda muito na hora de fazer um coque, até eu - que não sei mexer nada no cabelo - achei fácil de usar! Ela vem em três cores (loiro, castanho e preto) e em três tamanhos (pequeno, médio e grande). Esse que a gente comprou é médio e castanho, e ficou ótimo no meu cabelo longo, mas ficou difícil para a minha irmã, cujo cabelo é mais curto, indo até a altura do ombro. Esse tutorial aqui no youtube explica como usar (em inglês).

Bend Super Stick Epistick Facial Hair Remover
Loja: lcmqstore (Top-rated)
Preço: US$ 0.99
Frete: Grátis
Essa molinha (que me lembra um cotonete gigante, hehe) serve para remover pelos faciais. Esse tutorial aqui explica, em japonês (mas a explicação é fácil de entender), como usar. Olha, eu já tentei usar várias vezes e nunca consegui, mas minha irmã diz que funciona!

Pulseira, brincos, anel e colar.
Vintage Elastic Pyramid Rivets Bangle Bracelet
Loja: botong2688 (Top-rated)
Preço: US$ 2.99
Frete: Grátis
Essa pulseira de "mini-pirâmides de rebite" (tradução triste, eu sei...) é na cor cinza, mas também tem nas cores prata e bronze. Essa lojinha vende coisas muito interessantes, várias bijuterias, acessórios para o cabelo, e até roupas, como vestidos, blusas, e camisetas.

Vintage Bronze Eagle Claw Ring Vintage Rock Style
Loja: botong2688 (Top-rated)
Preço: US$ 2.99
Frete: Grátis
Esse anel foi comprado na mesma loja de cima, e é tipo a garra de uma águia. Bem legal, não? Ele vem em duas cores, prata e bronze.

Luxury Shiny Rhinestone Imitation Pearl Stud Earrings
Loja: queendesign
Preço: US$ 1.99
Frete: US$ 0.99
Esse par de brincos nem parece bijuteria! É tipo uma imitação de pérola maior e várias pedrinhas menores, em diferentes tamanhos diferentes, achei bem bonito.

Bohemian Style Metallic Goldtone Cute Heart Pendant Fashion Luxury Long Necklace
Loja: queendesign
Preço: US$ 2.69
Frete: US$ 0.99
E por último, esse colar, que foi comprado na mesma loja que o brinco. Ele é beeem comprido (123 cm quando aberto) e tem esses coraçõezinhos muito fofos e a embalagem diz que é da Forever 21.

Gosto muito de comprar no eBay, nunca tive nenhum problema, nunca fui taxada e por mais que alguns pacotes demorem meses para chegar, eles sempre chegam. Nunca mais comprei bijuterias em lojas no centro da cidade, muitas vezes encontro a mesma coisa, só que 5 vezes mais cara... Minha dica é: tente comprar sempre em lojas que sejam Top-rated, que são mais confiáveis e que geralmente não cobram frete para o Brasil (ou cobram bem pouco). E depois se esqueça que fez a compra, parece que quanto mais pensar nela, maior a demora para chegar!

Links interessantes da semana 19/10/12

19 de outubro de 2012

  • O site Origami oferece um curso online gratuito para quem quer aprender a fazer Origami! O curso têm três níveis de dificuldade, e o nível básico é ideal para quem está começando e quer aprender o bê-a-bá das dobras. O site é bastante completo e recomenda muitos livros interessantes!
  • Já ouviram falar da técnica de reverse graffiti? Em vez de usarem latas de tinta, os artistas usam esponjas, espátulas e jatos d'água para removerem as sujeiras ou a poeira de paredes e espaços públicos. Confira essa galeria de 35 fotos impressionantes aqui.
  • Vi lá no Feminista Cansada: a escritora inglesa Laura Bates criou o site The Sexism Project, que cataloga casos de sexismo e discriminação de gênero que acontecem no dia a dia das pessoas, e já foi até ameaçada de morte.
  • O Pedro, lá no East to West Skincare, um blog super detalhado sobre cosméticos asiáticos, publicou um texto falando sobre como atingir o FPS indicado nas embalagens de protetor solar segundo um estudo japonês.
  •  No The Wiki Game, você pode competir com outras pessoas em cinco jogos diferentes, todos envolvendo a Wikipédia. O meu jogo favorito é o Speed Race, onde você precisa encontrar conexões com um artigo específico clicando em vários links no menor tempo possível. Eu já jogava sem nem saber que estava jogando!

Nikkie de Jager, Lauren Luke e Campanhas de Conscientização pelo Youtube

16 de outubro de 2012

Um dos meus canais de maquiagem favoritos é o NikkieTutorials, da Nikkie de Jager. Ela é uma maquiadora profissional holandesa de apenas 18 anos (!), que trabalha com desfiles e editoriais de moda, além de fazer tutoriais muito bem explicativos no Youtube (em inglês). Em abril, ela postou esse vídeo abaixo que eu acabei só vendo ontem. Como eu realmente levei um susto, já que o meu fone de ouvido estava bem alto, aviso logo para abaixarem um pouco o volume:


Impactante, não? Esse vídeo foi feito em parceria com a Volkswagen e a agência de publicidade DDB Berlin, para chamar atenção aos acidentes de trânsito que ocorrem anualmente causados por mulheres que estavam aplicando maquiagem ao volante (com veículos em movimento, claro). O dados foram divulgados pelo jornal The Telegraph, em 2009.

Outra youtuber de maquiagem que fez algo parecido foi a inglesa Lauren Luke, do canal panacea81. Ela tem até um livro de maquiagem publicado, o Looks (lançado em português pela Globo Livros). Em julho, ela postou esse tutorial abaixo mostrando como esconder machucados no rosto, aparentemente causados por uma agressão física:


O vídeo foi feito em parceria com a Refuge, uma instituição de caridade fundada em 1971 no Reino Unido para o apoio de mulheres vítimas de violência doméstica. O vídeo faz parte da campanha "Don't Cover Up" (numa tradução livre, seria algo como "Não Esconda"), com o objetivo de incentivar mulheres a denunciarem casos de violência doméstica. Os machucados não eram reais, claro, mas em outro vídeo a Lauren conta que já teve um parceiro abusivo e que sabe como é viver com a sensação de medo constante de uma parceiro agressivo.

Eu achei as duas campanhas muito bem feitas e a repercussão que tiveram foi muito positiva, apesar de ter sempre aqueles que criticam. Seria muito interessante uma campanha parecida ser feita aqui com uma youtuber brasileira, não? Principalmente sobre violência doméstica no Brasil, onde a cada 100 mulheres assassinadas, 70 são vítimas dos companheiros, e onde a maioria dos casos não são denunciados.

Lembrando que no Brasil o Ligue 180 é o número da Central de Atendimento à Mulher, criada em 2005 pela Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM). Além de receber denuncias de violência doméstica contra a mulher, dá orientações sobre a legislação vigente e sobre os seus direitos. O serviço funciona 24h por dia, de segunda a domingo (inclusive em feriados), a ligação é gratuita e confidencial, e atende no país inteiro.

Fontes: The Huffington Post, Agência Patricia Galvão

O Básico da Nécessaire Cruelty Free - Produtos Nacionais

7 de outubro de 2012

Demorou um pouquinho, mas aqui estão algumas indicações de produtos de marcas nacionais que não testam em animais! São três indicações de produtos nas categorias Primer facial, Primer para Olhos, Base, Corretivo, , Blush, Sombra, Delineador, Máscara para Cílios, Batom e Brilho Labial para montar uma nécessaire básica de maquiagem.

Primer Facial


1. Primer Facial Koloss (R$ 26 ~ R$ 47 // 30 g) - O meu nacional favorito. Recomendo aplicar uma pequena quantidade com os dedos, sem esfregar muito (pode esfarelar). Não tem cheiro forte e se deu muito bem com a minha pele oleosa e com poros dilatados.

2. quem disse, berenice? (R$ 44 ~ R$ 48) - Nova marca do grupo O Boticário, oferece três primers coloridos (verde, azul e rosa), um primer básico e um primer antibrilho.

3. Pré-Maquiagem Contém 1g (R$ 98 // 30 ml) - Já testei umas amostrinhas grátis, achei que disfarçou bem os poros, mas não segurou a oleosidade por muito tempo. Por esse preço, é bom testar bem na sua pele antes de comprar.

Primer para olhos


1. Primer para Olhos Make B. O Boticário (R$ 20 // 8 g) - Para mim, o melhor nacional. Não aumenta tanto a intensidade da sombra quanto outros primers, como o Primer Potion da Urban Decay e o da Jordana (tenho ambos), mas melhora bastante a duração!

2. Fixador de Sombras Koloss (R$ 5 ~ R$ 12) - Indicado para pigmentos e glitters, aumenta a pigmentação e a durabilidade. Porém, pode ficar difícil de esfumar as sombras e pode acumular nas dobrinhas do olho.

3. quem disse, berenice? (R$ 26) - Com textura fluída, promete aumentar a durabilidade e a pigmentação das sombras.

Base


1. Base Hidratante HD Oil Free Tracta (R$ 25 ~ R$38 // 30 ml) - Adoro essa base, já estou no meu segundo vidrinho! Textura líquida, de cobertura leve a média, sem cheiro forte. Ideal para ser espalhada com um pincel de base achatada, indicado para pele mista a oleosa.

2. Base Líquida Intense O Boticário (R$ 20 // 30 ml) - Base líquida, indicada para peles secas. "Disfarça imperfeições e deixa a pele uniforme, com aspecto natural. Possui textura fina, que facilita a aplicação e proporciona maior aderência e durabilidade, além de deixar a pele macia e aveludada. Contém FPS 9 que protege a pele contra os efeitos nocivos do sol e ingredientes que mantém a hidratação da pele. Não deixa a pele oleosa. Fragrância suave e agradável".

3. Faces Natura (R$ 17 // 20 ml) - Base de cobertura leve, o cheiro pode incomodar um pouquinho. Pelo que li, ela serve melhor para quem tem pele normal a seca.

Corretivo


1. Corretivo Líquido Ômega 3 Tracta (R$ 17 ~ R$ 23) - Já não sei mais quantas vezes eu comprei esse corretivo líquido da Tracta! É fácil de aplicar (dando batidinhas com o dedo), dificilmente acumula nas dobrinhas do olho, não tem cheiro e dura bastante, especialmente se assentar com um pó fino por cima. Recomendo muito!

2. Corretivo Colorido Vult (R$ 10) - Corretivo colorido novo da Vult, vem em quatro cores: amarelo (para manchas arroxeadas), lilás (para manchas amarronzadas), verde (para manchas avermelhadas), vermelho (para manchas brancas). "Contém extrato de calêndula na fórmula e é ideal para disfarçar as mais diversas imperfeilções da pele, de olheiras e espinhas à vitiligo."

3. Corretivo Mineral em Pó Contém 1g (R$ 29 ~ R$ 58 // 2,5 g) - Corretivo em pó, recomendado tanto para o rosto quanto para a área dos olhos. "Livre de talco, óleo, cera e fragância. O Mineral Corretivo FPS 15 Contém 1g é um pó extremamente leve e fino, ideal para camuflar as imperfeições da pele."



1. Pó Compacto Koloss (R$ 11 ~ R$ 14) - Indicado para o dia a dia, cobertura suave e quase não adiciona cor. Pode esfarelar com facilidade. "Sua textura delicadamente aveludada ajuda a disfarçar imperfeições e a manter a pele livre de brilho por mais tempo."

2. Soul Go Matte! Pó Compacto Matificante Eudora (R$ 31 // 8 g) - Pó fino que segura a oleosidade sem craquelar e sem acumular. "O Pó Compacto Matificante contém fórmula com textura ultrafina que deixa a pele com efeito mate, ou seja, sem brilho por muito mais tempo. Textura aveludada e acabamento perfeito."

3. Pó Facial HD Koloss (R$ 15 ~ R$ 24) - Pó fino e leve, com boa cobertura, mais indicado para peles mistas a oleosas. Evitar usar o aplicador de esponja, que dispensa produto demais.

Blush


1. Duo Blush Compacto Contém 1g (R$ 72 // 5 g) - "Desenvolvido através de uma tecnologia especial de micronização, o Duo Blush Contém1g possui partículas ultrafinas que proporcionam uma aplicação uniforme, com excelente deslizamento e aderência, com um toque macio e sedoso à pele. Fórmula enriquecida com Derivados do Arroz. Indicado para todos os tipos de pele."

2. Blush Líquido Intense O Boticário (R$ ? // 13 ml) - Irmão brasileiro do blush Benetint, da Benefit. Vem numa embalagem estilo esmalte e, pra mim, é melhor aplicado com uma esponjinha.

3. Blush Cream Vult (R$ 10) - Em apenas três cores, esse blush tem boa durabilidade e não deixa a pele oleosa, apesar da textura cremosa.

Sombra

 1. Sombra Brilho Natura Faces (R$ 15 // 6 ml) - Sombra cremosa nas cores Rosa, Chumbo, Ouro e Prata. Fácil de aplicar (dando batidinhas com o dedo). Pode acumular nas dobrinhas dos olhos, especialmente em quem tem pálpebra oleosa.

2. Sombra Iluminadora Pure Shine Vult (R$ 10 ~ R$ 12 // 1,5 g) - Sombras tipo pigmento, vem em cores iluminadoras e neon. Algumas são mais difíceis de esfumar do que as outras.

3. Sombra Uno Duda Molinos (R$ 23 ~ R$ 36) - São 39 cores de sombras com diferentes acabamentos (fosco, perolado, com micro partículas de brilho e metalizado). Ótima pigmentação e durabilidade.

Delineador


1. Delineador em Gel Tracta (R$ 20 ~ R$ 28 // 3 g) - De secagem rápida, pode esfarelar um pouco. Pigmentação e durabilidade de média a alta, fácil de esfumar.

2. Lápis para Olhos Duda Molinos (R$ 22 ~ R$ 30) - Uso esse lápis na cor bege na linha d'água inferior do olho, abrindo o olhar e diminuindo a vermelhidão típica de quando acordo. Vem ainda nas cores preta e marrom, fica fácil de esfumar com a esponjinha que fica numa das pontas.

3. Eudora Royal Liner Delineador Liquido Para Olhos (R$ 26 // 1,8 g) - Com a ponta fina e firme. "Contém fórmula de longa duração e ponta fina que permite um traçado preciso. Muito fácil de aplicar."

Máscara para cílios


1. quem disse, berenice? (R$ 35) -Você pode montar a sua máscara personalizada, escolhendo entre 13 opções de aplicadores e várias fórmulas diferentes (para volume, para definição, à prova d'água e transparente).

*Para ser sincera, não tenho nenhuma outra máscara para cílios nacional para recomendar, além da Maybelline e da Avon (que não são marcas nacionais e nem são cruelty-free...).

Batom


1. Intense Batom Coleção Efeito Mate O Boticário (R$ 14) - Batons com boa pigmentação, durabilidade e cobertura, em nove cores opacas. Com FPS 15. O nº 330 é muito parecido com o Ruby Woo da Mac.

2. Batom Duda Molinos (R$ 29 ~ R$ 35) - São 24 cores de batom, indo do acabamento mate ao hidratante.

3. Batom Vult (R$ 7 ~ R$ 11) - São 54 cores de batom com acabamento hidrantante, alguns com cintilância. Alguns com duração melhor que os outros, ótimos para testar cores diferentes sem gastar muito.

Gloss Labial

1. Gloss Suave Granado (R$ 9 ~ R$ 15 // 12 g) - A fórmula possui vitamina E e óleo de framboesa, com propriedade hidratante.

2. Gloss Labial Duda Molinos (R$ 22 ~ R$ 35) - Gloss labial hidratante de alta durabilidade e cobertura. Vem em 11 cores.

2. Gloss Labial Vult (R$ 12 ~ R$ 15) - Um dos queridinhos nacionais, possui 18 cores com ótima durabilidade. Sem cintilância ou brilhos grandes, podem ser usados sozinhos ou por cima de um batom.


Ufa, que post longo e cansativo para escrever! Espero que vocês tenham gostado, apesar de não ter uma grande variedade de marcas nacionais com produtos de boa qualidade... Lembrando que essas e outras marcas cruelty free estão listadas no site do PEA.

Desafio Literário - Setembro 2012

4 de outubro de 2012

Eu sei que eu sempre falo que os meses passam rápido... Mas o mês de setembro passou tão rápido, não? Continuei com o projeto de ler os livros que vão virar filme em 2012 e que comprei no Book Depository, com Life of Pi e The Hobbit. Além deles, li também O Médico e o Monstro, O vendedor de Armas, Apaixonada por Palavras e O Clube do Filme.

Atenção: SPOILERS!

Life of Pi (A Vida de Pi) - Yann Martell
Piscine Molitor Patel, apelidado de Pi, é um garoto indiano de 16 anos, filho de um tratador de zoológico. Por causa da instabilidade política da Índia, os pais de Pi decidem se mudar para o Canadá, junto com os animais do zoológico. Eles embarcam em um navio cargueiro que acaba naufragando no meio do Oceano Pacífico e Pi se encontra dividindo um barco salva-vidas com mais quatro membros inconvenientes: uma zebra, uma hiena, um orangotango e um tigre de Bengala.

Apesar de ter recebido vários prêmios, como o Booker Prize de 2002, e de ter sido bastante aclamado pela crítica, li diversos comentários negativos em relação à história, principalmente por ter uma premissa muito parecida com a do livro Max e os Felinos, do escritor brasileiro Moacyr Scliar. Ainda não li esse livro, então depois eu me decido se foi plágio ou não, mas por enquanto, A Vida de Pi fica na minha lista de livros incríveis! Pi aborda várias questões sobre fé e religião, sobre cuidados com animais e sobre a vida em alto-mar, temas que podem parecer cansativos, mas que eu achei tão interessantes, nada repetitivos e fiquei até com vontade de ler mais sobre esses assuntos. Um livro que me fez parar para pensar sobre a minha vida e sobre o que eu acredito. Não exatamente sobre a fé em um deus ou alguma coisa assim, e mais sobre o que é preciso para manter a fé em algo, apesar das tribulações.

Lembrando que o filme estréia dia 25 de dezembro aqui no Brasil. Estou muito ansiosa, ainda mais depois de ver esse segundo trailer:



The Hobbit (O Hobbit) - J. R. R. Tolkien
O segundo livro que li em setembro foi O Hobbit, a prequência (que palavra engraçada!) de O Senhor dos Anéis, onde Tolkien introduz o fantástico mundo da Terra Média. Na história, acompanhamos Bilbo Bolseiro junto com Gandalf e um grupo de anões numa jornada até a Montanha Solitária, onde eles pretendem recuperar o tesouro roubado pelo dragão Smaug, o Magnífico. Pelo caminho, eles encontram personagens como Elrond e Gollum, e passam por muitas dificuldades. 

O livro é um clássico da literatura infantil, mas para mim deveria ser leitura obrigatória para qualquer idade. Escrito de maneira simples, mas muito bonita e divertida, não consegui parar de ler por um momento. Sério, eu sentei para ler pela tarde, achando que leria só alguns capítulos... Quando vi, era noite e eu já tinha terminado de ler! Pretendo ler novamente, com mais calma, quem sabe até uma versão comentada para compreender melhor coisas que posso ter passado por cima ou não interpretado corretamente.

O livro foi dividido em uma trilogia (buá!), e a primeira parte estréia dia 14 de dezembro aqui no Brasil:



O Médico e o Monstro (Dr. Jekyll and Mr. Hide) - Robert Louis Stevenson
O Médico e o Monstro é um livro curtinho de ficção científica, publicado originalmente em 1886. O Dr. Utterson, advogado londrino, após a leitura de um testamento e de alguns acontecimentos estranhos, começa a investigar a relação entre seu velho amigo, Dr. Henry Jekyll, e o misterioso e sombrio Mr. Hide.

O livro é um clássico de horror da literatura mundial e apesar de não dar exatamente medo ao lê-lo, é muito interessante pela discussão que gera. Aborda questões sobre a dualidade da mente humana, da luta interna entre os nossos aspectos primitivos e civilizados, e a ideia de que somos feitos de personalidades que competem internamente entre si. Me lembrou muito o filme Psicose, e apesar de ambos serem histórias de horror que não são de dar medo medo, não deixam de ser assustadoras para mim.

O Vendedor de Armas (The Gun Seller) - Hugh Laurie
Escrito pelo brilhante Hugh Laurie e publicado originalmente em 1996, O Vendedor de Armas acompanha Thomas Lang, um ex-membro da tropa de elite do exército britânico, que recusa uma proposta de assassinar - por 100 mil dólares - um empresário norte-americano. Ele não só recusa essa proposta como tenta avisar esse empresário que alguém está tentando assassiná-lo. Assim, ele acaba se envolvendo sem querer em uma conspiração com direito a terrorismo internacional, tráfico de armas e agências de inteligência internacionais.

O livro é muito sarcástico, como se podia imaginar, e o humor me lembra muito Douglas Adamas (autor de O Guia do Mochileiro das Galáxias), mas creio que seja por conta do humor britânico comum aos dois autores. Infelizmente, eu não gostei muito da história, achei muito aleatória no começo e muito corrida perto do final, como se tentasse enfiar muitos acontecimentos antes que o limite de páginas acabasse. Sim, o livro é divertido e cheio de reviravoltas interessantes, comum aos livros de espionagem, mas eu achei confuso demais em muitas partes. Talvez eu estivesse com minhas expectativas muito altas, mas eu esperava muito mais.

Apaixonada por Palavras - Paula Pimenta
Primeiro livro que eu li da Paula Pimenta, escritora mineira mais conhecida por publicar as séries Fazendo o Meu Filme e Minha Vida Fora de Série. Lançado esse ano, o livro reúne 55 crônicas escritas pela autora ao longo de uma década, dando para notar as mudanças e a evolução na sua escrita. O livro é muito gostoso de ler, parece mais uma conversa que você está tendo com a autora. Ri alto em vários momentos muito engraçados e me identifiquei bastante com algumas partes, como os problemas de ser tímida demais. Leitura rápida e divertida, me lembrou bastante a Martha Medeiros.


O Clube do Filme (The Film Club) - David Gilmour
Baseado na história real contada por David Gilmour, um escritor e crítico de cinema, que permite que o filho de 15 anos, que não quer saber de estudar, saia da escola e fique sem trabalhar e sem pagar aluguel, sob uma condição: todas as semanas, os dois tem que assistir três filmes escolhidos pelo pai.

Para mim, o livro levantou uma questão interessante sobre a importância  de estudar. Eu realmente acredito que estudar do modo convencional, de ir para a escola e aprender de uma maneira mecânica (que não é necessariamente a única maneira, mas a mais comum) não é para todo mundo. Também acredito que algumas pessoas são tão inteligentes, não do tipo "book smart", mas espertas e com ideias interessantes, que não precisam passar anos estudando para terem sucesso em algum empreendimento. Mas eu também acredito que o mínimo de educação formal é essencial para qualquer pessoa.

Enfim, não gostei do livro quando passou a se concentrar mais nas histórias amorosas do filho, nos momentos em que ele fica bêbado ou experimenta drogas, por mais que sejam importantes para o desenvolvimento do relacionamento entre ele e o pai. Eu esperava um foco um pouquinho maior nos filmes em si, numa discussão entre o pai e o filho sobre o que tinham acabado de assistir e não apenas alguns comentários rápidos e sem profundidade. Foi uma leitura um pouco frustrante, às vezes interessante, e que me deixou com vontade de assistir os 113 filmes que são mencionados ao longo do livro.
© Desopilar. Design by FCD.