Hotel Serrano Centro - Santiago do Chile

17 de janeiro de 2013

Olá, pessoal! Não estou conseguindo postar com tanta frequência por causa do TCC, mas vou tentar aparecer por aqui pelo menos duas ou três vezes por semana. Esse post é o primeiro de uma série sobre a viagem que fiz para Santiago, você pode conferir algumas fotos de lá por aqui. Essa é uma resenha bem detalhada do hotel em que ficamos, então se quiser pular esse post, sinta-se à vontade!

Essa foi a primeira vez que fomos para Santiago e não fazíamos ideia de onde nos hospedar. Procurei pelos melhores bairros, li resenhas em blogs de viagem e de pessoas que viajaram para lá, mas o que me ajudou mesmo foi ler resenhas de hotéis em sites como o Hotéis.com e o Booking.com. É bom deixar claro que para postar uma resenha nesses dois sites você precisa ser usuário cadastrado e realmente ter se hospedado no hotel, diferente do TripAdvisor, que permite qualquer pessoa comentar (podendo ser alguém que apenas queira ver a pontuação do estabelecimento aumentar ou diminuir).

Depois de ler uma centena de resenhas, fiz uma reserva no Hotel Serrano Centro pelo Booking.com. Não foi preciso pagar nada adiantado e, de acordo com as regras do hotel, poderíamos mudar/cancelar a reserva até dois dias antes sem precisar pagar multa.

O Hotel Serrano Centro é um apart-hotel que ocupa o 11º e 12º andar de um prédio na Calle Serrano, no centro de Santiago. Nesse mesmo prédio fica outro hotel (não me lembro o nome) e vários apartamentos que são alugados, em sua maioria, para estudantes. São quatro tipos de apartamento, de acordo com o site do hotel:
Estúdio: Até duas pessoas (1 dormitório, cozinha e banheiro).
Suite com um quarto: Até duas pessoas (1 dormitório, 1 living, cozinha e banheiro).
Suite com dois quartos: Entre 3/4 pessoas (2 dormitórios, 1 living, cozinha e  banheiro).
Suite com dois quartos e dois banheiros: Até 4 pessoas (2 quartos, 1 living, cozinha e 2 banheiros).
Todos esses apartamentos contam com Wi-Fi, TV à cabo, um cofre, sistema de aquecimento, limpeza de quarto e uma cozinha equipada (com fogão, geladeira, forno microondas, cafeteira, torradeira, pratos, copos, talheres, xícaras e panelas. Só não tinha abridor de vinho*!). Pagamos US$100 dólares por diária pelo maior tipo de apartamento, o de 50 m², mas fizemos a reserva bem uns 4 meses antes, então é bom ficar atento a mudança de preços na alta temporada e também nas promoções que aparecem no Booking.com e no Hóteis.com!

O apartamento tinha dois quartos, um com cama de casal e outro com um beliche, e dois banheiros, com banheira e secador de cabelo em cada um. A TV ficava em um dos quartos e, preciso dizer, foi muito engraçado assistir Friends em espanhol!

Os móveis tinham uma vibe, assim, Ikea, e eu não consegui, em toda a viagem, acertar a maldita temperatura do chuveiro!
Gente, essa cozinha é minúscula, mas cabe tanta coisa! E essa torradeira sempre assustava a gente quando pulava a torrada...
O melhor de tudo foi a localização do hotel, não poderíamos ter acertado melhor: bem próximo da estação de metrô Universidad de Chile (a uns 200 m, e olhe lá!); pertíssimo do Barrio París-Londres (contei 79 passos de distância); perto do Palácio de La Moneda (a uns 800 m); próximo à Alameda, como é mais conhecida a Av. Libertador General Bernardo O'Higgins, a principal avenida de Santiago; próximo ao Paseo Ahumada, Paseo Estado, Paseo Huérfanos, Plaza de Armas e Cerro Santa Lucía, dava para ir à pé tranquilamente.

Só tenho alguns pontos negativos a dizer do hotel. A primeira é que não oferece café-da-manhã, mas vários supermercados ficam próximos, como o Unimarc e o Tottus. E, bem, a ideia de alugar um apart-hotel era podermos fazer as nossas próprias refeições! Outra coisa negativa que nem é tão grave assim: o "serviço de mucamas" (!), como é chamado o serviço de limpeza dos apartamentos, só era feito dia sim, dia não. E a última coisa foi que muitas pessoas comentaram nas resenhas que li que o sistema de aquecimento não funciona tão bem no inverno, achei que deveria comentar isso aqui.

Enfim, recomendo muito a quem for para Santiago a ficar nesse hotel, o pessoal do atendimento foi muito atencioso e paciente (especialmente com o nosso portunhol enrolado), e o pessoal da recepção do prédio foi muito legal e simpático também. E ó, apesar de ser bem no centro mesmo, não me senti insegura em nenhum momento. Apesar de não ser impecavelmente limpo, achei a região organizada e nem um pouco comparável ao centro de Recife.

*Acabamos comprando um abridor de vinho para descobrir, no último minuto, que o vinha era de rosca e não de rolha... ¬¬

3 comentários

  1. adorei Carol! Dicas valiosas para quando eu for à Santiago um dia, cof cof. (hehe adorei a do abridor de vinho)
    Taís :)

    ResponderExcluir
  2. Nossa que bonito o hotel e o apartamento! Só achei meio salgado o preço, mas tendo em vista tudo o que o quarto oferece, e o preço dividido por 4, dá pra ver que sai muito em conta! Inclusive pela boa localização e pelo conforto, né! As fotos são suas mesmo ou do site do hotel? Parecem aquelas fotos profissionais! Se foi você mesmo quem tirou, acho bom vender essas fotos pro hotel por no site, viu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sophie, obrigada pelo comentário! Ó, esse foi um dos hotéis mais baratos que encontrei, pelo que estava procurando e pela localização, então sai bem em conta mesmo. E fomos eu e minha irmã que tiramos as fotos assim que chegamos! Fiz até um vídeo, mas eu demoro demais para editar... E se eles quiserem comprar, estão à venda! :D

      Excluir

© Desopilar. Design by FCD.