De volta

3 de setembro de 2015


E aí que depois de ler este post no So Contagious, deu uma vontade danada de voltar a escrever por aqui. Essa vontade já existia, mas eu sempre encontrava uma desculpa esfarrapada, com variações de "nada que eu falar vai ser relevante", ou "eu não vou acrescentar nada ao mundo" e a clássica: "ninguém vai ler mesmo". Aí a Anna Vitória (cujo blog eu leio há anos e indico fortemente) fez surgir essa luz no fim do túnel e eu entendi, finalmente!, que eu não preciso de motivos maiores para escrever o que eu quiser além do simples fato de querer escrever e pronto.

Então vamos para uma breve recapitulação do que eu fiz durante esses meses todos sem postar:

- Err...

- Bem... 

- Vejamos... 

Agora me deu um branco e não lembro de nada que tenha acontecido. Talvez porque nada realmente de importante tenha acontecido... Até que um ano que tinha começado bem ruim, e tinha pinta de que ia continuar assim, mudou completamente em julho. Num dia em que recebi uma ligação do além da coordenação do Senac perguntando se tinha sido eu que tinha feito uma inscrição num curso em maio. Pois é, esse primeiro semestre foi tão esquecível que eu já ia responder que não, era engano, moça, eu não me inscrevi em nad... Pera, pera, pera só um instantinho. Fiz uma inscrição sim, agora me lembro!

E foi aí que uma semana depois eu estava começando a faculdade de Design de Moda.

- Wait, what?!

Decidi que não precisava mais ser concursada, com a vida toda resolvida, para finalmente seguir o caminho que eu queria desde o princípio, mas que não tinha coragem, por ouvir tantas vezes que era algo sem futuro, que não dava dinheiro e que eu devia procurar algo mais estável. Tomei uma decisão pensando naquilo que eu queria, e não no que eu achava que os outros queriam que eu fizesse. E sim, continuo sentindo um medo e uma ansiedade constantes, continuo sem saber como vai ser o meu futuro (e quem sabe?), se vou sobreviver a 2015, e mil e uma outras dúvidas começaram a surgir. Mas agora sinto como se tivesse, enfim, escolhido trilhar o caminho certo para mim. Pelo cosmos, isso foi meloso, mas se eu não posso escrever coisas piegas aqui, onde mais escreveria?

Não vou dizer que irei postar com frequência, nem de que vai valer a pena entrar aqui. Mas vai ter post sobre moda, desenho, tecidos, e sobre feminismo e minimalismo, e sobre livros (claro!) e sobre tudo um pouco, relevante ou não.

Postar um comentário

© Desopilar. Design by FCD.