Sobre a faculdade de Design de Moda do Senac/PE

13 de setembro de 2015


Como falei anteriormente, comecei nesse semestre a faculdade de Design de Moda no SENAC/PE. Quando estava pesquisando sobre o curso, acabei não encontrando muitas informações, então resolvi responder aqui as dúvidas que tinha antes de começar e outras que forem surgindo. Espero que esse seja o primeiro de uma série de postagens, com minhas impressões sobre as disciplinas e os projetos de cada semestre.

O curso

O curso se chama Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda, ou seja, uma graduação de nível superior que fornece um diploma de tecnólogo (e não técnico!). Assim, o diploma permite fazer depois uma pós-graduação como as que o próprio Senac/PE oferece (em Negócios da Moda, Modelagem e Criação, Produção de Moda e Styling) e em outras instituições, é claro! E no final do terceiro semestre você já ganha uma Qualificação Profissional de Nível Tecnológico em Modelagem.

O vestibular

Você pode ingressar através de um processo seletivo que ocorre duas vezes ao ano. A prova é agendada, com questões de Matemática, Conhecimentos Gerais, Língua Portuguesa e Redação, e tem duração de 4 horas. Você também pode usar a nota obtida na prova objetiva do ENEM, desde que não seja inferior a 450 pontos (e foi assim que eu ingressei, o processo foi bem tranquilo). Se já for formado, tem como entrar como portador de diploma, desde que haja vagas remanescentes. Recomendo dar uma olhada nessa página aqui para encontrar informações sobre data de inscrição, manual do aluno e documentos exigidos. Ah, são 35 vagas por turno, com turmas à tarde ou à noite.

A duração

A duração do curso é de 5 semestres, com aulas de segunda a sexta, então nada de aulas aos sábados de manhã (quase chorei de alegria quando soube!). Você pode conferir as disciplinas ofertadas na grade curricular aqui. São 1980h de disciplinas obrigatórias no total, mais 80h de atividades complementares, que podem ser descontadas com participação em eventos, visitas técnicas, estágios e trabalhos na área, cursos relacionados (online ou presenciais), publicação de artigos científicos, entre várias outras coisas.

Os projetos

Cada semestre possui um projeto temático que engloba todas as disciplinas do módulo. Por exemplo, nesse primeiro semestre o tema é Moda Inclusiva. Temos que criar uma peça de roupa que possa ser usada por todos e que também atenda às necessidades de uma pessoa com uma deficiência escolhida. Além disso, escolhemos um dos períodos históricos estudados na disciplina de História e Estética da Indumentária e então a peça é desenvolvida inspirada nas características mais marcantes dessa época. Os croquis do projeto são avaliados na disciplina de Desenho de Moda, a aplicabilidade na disciplina de Ergonomia aplicada ao Vestuário, a modelagem na disciplina de Modelagem Tridimensional, e o trabalho com os tecidos escolhidos na disciplina de Tecnologia Têxtil. Os temas dos projetos dos semestres seguintes serão, respectivamente: Sustentabilidade, Tribos Urbanas Tecnologia, e o último será um tema livre.

As avaliações

Além desse projeto, cada disciplina tem suas avaliações individuais. A maioria são práticas, feito as de Modelagem Tridimensional, onde uma das avaliações será montar uma bata com gola e manga usando as técnicas de moulage que aprendemos em sala, mas algumas disciplinas também têm provas escritas. O desempenho é avaliado através do sistema de conceitos, que varia de Excelente a Insuficiente.

Campo de atuação

Uma das coisas que a coordenadora, Danielle Simões-Borgiani, disse logo no primeiro dia de aula é que o curso não forma apenas estilistas. Você sai preparado para modelar, costurar, estampar, criar e coordenar projetos e pode atuar em diversas áreas como produção de moda, desenvolvimento de estampas, desenvolvimento de bolsas e sapatos, como modelista, como supervisor de visual merchandising, com vitrinismo, com empresas de consultoria e assessoria na área de moda, em indústrias de confecção de vestuário, divulgação de moda, ateliês de costura, entre outras.

O que ficou claro é que a área é bastante concorrida, e muitas oportunidades ainda são centradas no Rio de Janeiro ou em São Paulo, por serem os grandes centros de moda do país, mas acredito que Pernambuco também tem destaque! Já tenho uma pequena noção da área em que quero trabalhar, mas talvez isso mude completamente daqui para o fim do curso.

Mas eu não sei costurar/desenhar! E agora?

As minhas maiores preocupações antes de começar o curso eram: (a) eu não sei desenhar, e (b) meus conhecimentos de corte e costura são muito simples! Logo após a primeira aula de Desenho de Moda já fiquei mais calma, a professora Karina Fernandes nos assegurou que vamos aprender as técnicas básicas, do comecinho. Não que uma pessoa que só sabe desenhar bonecos palito vá sair do curso como um daqueles incríveis ilustradores de moda que você segue no Instagram, mas só em pouco tempo de curso os meus desenhos já melhoraram muito, só é preciso praticar, praticar e praticar! Também teremos aula de costura, mas apenas a partir do segundo semestre. Podemos também ter acesso às máquinas de costura industrial num dos horários disponíveis e praticar com ajuda da monitora do laboratório.


Enfim, é basicamente isso por enquanto. Estou muito empolgada e gostando de tudo até agora. Nas próximas postagens quero falar sobre cada disciplina desse primeiro semestre, sobre os livros recomendados (e os que eu já li emprestados da biblioteca da faculdade) e também dos projetos e marcas desenvolvidos por ex-alunos do curso. Espero que tenham gostado!
Links úteis
Página do curso no site do Senac/PE: mais informações sobre o curso, telefone e e-mail para contato, mensalidade etc.
Vitrine Fashion: blog de moda com colaboração de alunos, ex-alunos e professores da faculdade.
Guia do Estudante - Profissões: sobre diversos cursos superiores de moda no Brasil.

9 comentários

  1. Que ótimo Carol!! Dá até vontade de fazer também hahaha
    Beijooo

    ResponderExcluir
  2. Carol, acabei de descobrir seu blog através do rotaroots.
    Estou nele a uns 40 min ou mais, eu acho, hahaha e adorando.
    Agora fui ler teu perfil e vejo que você é daqui do Recife (que felicidade).
    Raramente vejo blogs de pessoas daqui e isso é muuuuito legal.
    Atualmente estou estudando Jornalismo na Unicap, mas morro de vontade de fazer Design.
    Não de moda, apenas Design.
    Já fiz um curso no senac, indesign, que só aumentou a minha vontade.

    beijo enorme.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post, Carol! Super empolgada pra ser tua cliente!! hahahah

    ResponderExcluir
  4. Carol Patrício15/9/15 8:30 AM

    Oww Pallominha, um dia eu abro o meu ateliê, um dia! :*

    ResponderExcluir
  5. Carol Patrício15/9/15 8:32 AM

    Nossa, Bruna, esse comentário meu deixou mega feliz! Eu também não encontro muitos blogs daqui do Recife, mas talvez eles existam aos montes e a gente que não sabe onde olhar... Eu sou doida pra aprender a mexer no InDesign, vou ficar de olho nos cursos do Senac e ver se dá pra fazer lá! :*

    ResponderExcluir
  6. Bruna Sarga15/9/15 1:36 PM

    Esse cantinho lindo, apenas vai para o meu blogroll <3

    ResponderExcluir
  7. Que post legal, Carol!

    Minha irmã se forma esse ano na graduação de Design de Moda e antes disso ela fez o curso técnico. Sempre que possível dou uma olhada nos trabalhos dela, acho super interessante! Espero que você goste do curso, eu, que acompanho de perto, acho fascinante e já aprendi algumas coisinhas por influência da minha irmã.

    Um beijo! ♥

    ResponderExcluir
  8. sempre soube que teu caminho te levava a esse curso. ;)
    só prevejo um futuro brilhante, com roupas lindas pra mim. :D
    amando a volta do blog!
    sou tua fã n° 1! :*

    ResponderExcluir
  9. Carol Patrício21/9/15 11:39 AM

    Oi Thay, eu fiquei curiosa pra ver os trabalhos da sua irmã, haha! Obrigada pelo carinho! ^^

    ResponderExcluir

© Desopilar. Design by FCD.